UOL High School Musical filmes

"High School Musical 2" (2007) surge com músicas animadas e cenário colorido

Da Redação
Em São Paulo
Divulgação
Os Wildcats trabalham nas férias no segundo filme de "High School Musical"
VEJA FOTOS DO FILME
VEJA FOTOS DO PRIMEIRO FILME
Músicas e coreografias ainda mais animadas e personagens levemente mais maduros: essa é a impressão que passa o filme "High School Musical 2". Logo no início da história, os alunos de East High já cantam e dançam, comemorando as férias de verão com "What Time is It?". Mas, mais que praia e diversão, eles estão prontos para trabalhar, e Troy e sua turma acabam parando no Clube de Campo do pai de Ryan (Lucas Grabeel) e Sharpay (Ashley Tisdale).

Neste cenário rodeado por piscinas, cascatas e campos de golfe, as confusões começam, principalmente quando Sharpay descobre uma maneira de se aproximar de Troy e afastá-lo de Gabriela, que trabalha como salva-vidas no clube. O romance dos dois, que promete desde o início um beijo apaixonado, acaba, para decepção dos fãs (ou esperança dos que torcem por Sharpay) esfriando com as armações da irmã de Ryan.

Até o musical do clube, no entanto, muitas coisas acontecem, principalmente com Troy (o grande destaque deste filme), que acaba passando por uma "crise existencial" por pensar, até demais, no próprio futuro (principalmente na faculdade). Como consequência, além de se afastar dos amigos, Troy vê Gabriela (que tem menos destaque no segundo filme) pedir "um tempo" para pensar em si mesma.

Mas, apesar dos momentos de "reflexão" dos personagens, nada é "cabeça" demais e tem, como no filme anterior, muitas músicas animadas e cenários coloridos. Os "vilões" também apresentam novidades, com Sharpay ainda mais divertida, e Ryan mais independente da irmã.

O musical do clube, como é de se esperar, também traz momentos engraçados e as composições bacanas de Kelsi (Olesya Rulin), que faz parte de uma cena de destaque, logo no início da trama: quando Troy e Gabriela cantam juntos "You Are the Music In Me". No final, mesmo sem ser surpreendente, o filme e as músicas "levantam" a galera, que não perde nunca a expectativa do esperado "beijo".

Compartilhe: