UOL CriançasNovidades - UOL Crianças

Visual do site
  • Picolé
  • Camuflado
  • Neon
  • Jardim
  • Guloseimas
  • Balões

04/02/2011 - 20h14 / Atualizada 10/02/2011 - 18h35

Dupla de repórteres mirins entrevista palhaços Patati e Patatá

Gabriela Albuquerque
Da Redação

"Se você quer sorrir, é com Patati! Se você quer brincar, é com Patatá! Se você quer sorrir e brincar, Patati Patatá!". Esse refrão da música "Se Você Quer Sorrir" é praticamente o hino da da dupla de palhaços Patati e Patatá, que viaja por todo o Brasil fazendo a alegria da criançada. Neste domingo (6), os dois palhaços simpáticos e super coloridos vêm a São Paulo (SP) para cantar essa e muitas outras músicas em dois shows no Credicard Hall, às 11h e às 18h.  

O UOL Crianças aproveitou a presença deles na cidade e convidou as repórteres mirins Juliana, de 10 anos, e Jéssica, de 9, para entrevistar os dois e contar para as crianças do UOL em primeira mão com é a vida de um palhaço. Na entrevista, as duas amigas ganharam até um apelido especial: “Jujé”! Uma brincadeira dos palhaços com a primeira sílaba do nome delas.


Repórteres: O que é mais legal de ser palhaço?
Patati: É você conseguir despertar um sorriso de verdade em alguém.

Repórteres: O que faz um palhaço?
Patati: Nosso trabalho é divertir a criançada. Onde tiver um sorriso, onde tiver uma criança nós estaremos para diverti-la e nos divertir também!
Patatá: Nosso prazer é brincar, por isso, onde tiver crianças nós estaremos junto para brincar e nos divertir também!

  • Gabriela Albuquerque/UOL

    Jéssica, 9 anos, brinca com o palhaço Patatá durante a entrevista

  • Gabriela Albuquerque/UOL

    Juliana, de 10 anos, tira foto com o palhaço Patati

Repórteres: Como é o dia de um palhaço?
Patati: O dia do palhaço começa cedo.
Patatá: A gente toma café, daí já vem a hora do almoço. Eu sempre espero pela hora do almoço, daí eu já espero pela hora do café da tarde, depois a hora da janta!
Patati: Peraí, você só pensa em comer! A gente faz outras coisa também!
Patatá: É verdade, a gente também visita as escolas e visita os hospitais. Se os nossos amiguinhos não podem vir até a gente, a gente também pode ir até eles onde quer que eles estejam!

Repórteres: Do que vocês gostavam de brincar quando vocês eram palhacinhos? Quando eram crianças?
Patati e Patatá: De amarelinha, de jogar futebol, de subir na árvore para comer goiaba, de jogar dama, xadrez, bolinha de gude e mais um monte de coisas.
Patati: Eu tenho uma dica: acho que as crianças deveriam ter o interesse de conhecer as brincadeiras dos pais e dos avós, que são brincadeiras saudáveis e muito gostosas.

Repórteres: O palhaço está sempre feliz?
Patati: Sim, sempre feliz!
Repórteres: Até quando bate o dedinho do pé no canto da porta e dá uma dor danada?
Patati: Sim, porque até nessa hora tem o outro do lado pra dar risada! O Patatá é super atrapalhado.

Repórteres: E nas escolas que vocês visitam, nos shows que vocês fazem, o que é que as crianças falam pra vocês?
Patatá: Eles me chamam de maluco! Mas também de fofinho, de cheiroso, de legal...

Repórteres: Se vocês não fossem palhaços, o que vocês gostariam de ser?
Patati: Hum...acho que piloto de avião. Na verdade, tudo é possível quando você acredita que seu sonho pode se realizar.
Patatá: Olha, eu não sei. Acho que palhaço mesmo. Mas um recado eu dou pra todo mundo: você pode ser o que você quiser. Se você acreditar, sonhar e estudar, você vai chegar lá!

Repórteres: Uma pessoa que queira ser palhaço precisa ter uma idade mínima?
Patati: Bom, eu não sei porque eu e o Patatá já nascemos assim!
Patatá: É verdade, eu nasci e vou morrer assim, mas eu não quero morrer nããããão.
Patati: Calma, Patatá. Olha, pra quem não nasceu palhaço que nem a gente, mas gostaria de se transformar em um aí vai o recado: a principal característica de um palhaço é a alegria e não tem idade pra ser alegre!

Repórteres: Vocês viajam pelo Brasil todo. As crianças são muito diferentes nos lugares onde vocês vão?
Patatá: Criança é criança em todo lugar do mundo!

"PATATI PATATÁ, UM SHOW DE ALEGRIA!"
QUANDO:
Domingo (6), em duas sessões, às 11h e 18h;
*(Se você não conseguir ingressos para essas apresentações, fique de olho porque os palhaços devem fazer nova apresentação no dia 20 de março no mesmo local)
QUANTO: De R$40 a R$100;
ONDE: Credicard Hall (Av. das Nações Unidas, 17.955 - Vila Almeida - São Paulo); tel.: 4003-6464

(Juliana e Jéssica são da Imprensa Jovem e fazem parte do Projeto "Nas Ondas do Rádio", desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação de São Paulo)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host